quinta-feira, 28 de abril de 2011

Que sejamos cataventos

Na vida, temos de aprender a estar ao sabor do vento - não para nos acomodar, mas para nos impulsionar. Temos de ser como os cataventos - aproveitar os ventos bons para ficar em movimento e, quando estamos contra ele, mudarmos de direção. Há sempre uma outra saída quando tudo parece estar parado.

3 comentários:

  1. Excelente pensamento ! Nunca tinha visto por esse ponto de vista. Tem um catavento enorme no telhado da viznha que faz movimentos lindos dependendo dos ventos, só de olhar já me sinto em paz !
    Ótimo findi pra vocês !
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  2. Muito bom Blog!!
    parabénss!!
    abraço

    ResponderExcluir
  3. Laís, dá muita paz mesmo...
    D'u Carvalho, obrigado pela visita!

    ResponderExcluir

Curtiu?