domingo, 18 de outubro de 2009

Quem não mia não mama


Mami leu em matéria na Folha que nós, felinos, desenvolvemos um ronronado específico para pedir comida. Uma pesquisadora da Universidade de Sussex, Reino Unido, e mais três colegas publicaram um artigo científico sobre o "ronronado da fome" em uma edição recente da revista científica "Current Biology". O estudo foi inspirado no gato da pesquisadora.

Ela conseguiu gravar ronronados do seu pet, e outra autora do estudo, Anna Taylor, gravou o dela. Os donos dos gatos foram ensinados a gravar os miados de seus bichos de estimação em momentos em que pediam comida e em outros em que simplesmente ronronavam pelo prazer de ronronar. As gravações foram tocadas para várias pessoas. Mesmo quem não tinha gato considerava o "ronronado famélico" mais urgente e menos agradável.

4 comentários:

Curtiu?