terça-feira, 20 de outubro de 2009

Devaneios


Não me acorde dos meus pensamentos que voam pelo tempo,
dando voltas no passado e se transportando para o futuro
Deixe-me vagar pelos meus desejos, mesmo se eles me escapam
Por um fio eu ainda os tenho
E é nessa linha frágil que eu me agarro
Tornando-me forte
Potente
Seguro
E com a certeza de que tudo vai terminar bem
Tenho ciência do tempo
Falta paciência...

3 comentários:

Curtiu?