quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Nossos escafandros


Mami alugou um filme hoje que me prendeu a atenção. Nestes momentos, sempre aproveito para dormir, mas a estética, a história, a música, o sonoro francês - enfim, tudo, tudo mesmo dos 112 minutos do filme não me deixaram desgrudar os olhos da tela.

O filme é a versão cinematográfica do livro de mesmo nome: O escafandro e a borboleta. Conta a história do editor da Elle, de 40 e poucos anos, que sofre um AVC e se vê de uma hora para outra lúcido, mas com um único movimento: o da pálpebra esquerda. Ele sofre da síndrome do locked in, está preso em seu corpo. Pois bem, com isto tudo, ele consegue ditar silenciosamente um livro, somente piscando um olho.

Não é ficção. É a história real de Jean-Dominique Bauby. Um tapa na cara. Um choque momentâneo. Todos os clichês para histórias de superação cabem aqui. De repente me vi imaginando os escafandros nos quais vivem enclausurados os humanos, as prisões que eles criam para si, a solidão angustiante pela qual passam muitos que estão cercados de pessoas. Sair do locked in que os humanos armam para si é muitas vezes um trabalho hercúleo. Às vezes é bom se deparar com histórias que te sacodem por dentro como esta do filme.

Ah, eu talvez só mudaria o nome. Colocaria "O escafandro e o gato". Para aqueles que conhecem os felinos, eles passam mais a ideia de liberdade e força que as frágeis borboletas.

7 comentários:

  1. Vou pedir para a mamis alugar. Fiquei com vontade de ver. Cada um tem o escafandro que merece , né?

    ResponderExcluir
  2. Muito profunda tua analogia com os escafandros psicológicos que aprisionam muitos humanos, Teozinho. Também concordo com a mudança do nome; os felinos são o melhor símbolo da liberdade e força mesmo! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. a eu adorei! vou procurar esse filme para assistir! valeu pela dica! bjs

    ResponderExcluir
  5. Estou a comemorar a volta do blog catish em força, oferecendo um presentinho aos blogatos nossos seguidores e aos que nós seguimos.
    Por isso vá lá buscar o seu selinho :)
    Miaus e ronrons da família catish

    ResponderExcluir

Curtiu?